29 de jul de 2015

HISTÓRIAS DE SUCESSO NÃO TEM QUE TER UM INÍCIO TRÁGICO PARA TER UM FINAL FELIZ

Há muitos jornalistas que me pedem entrevistas, querem que eu conte quais os sofrimentos que me levaram a ser tão esforçado em trabalhar para obter sucesso. Como estes não conseguem nada dessa dramaturgia eles nunca publicam minha história em suas matérias. Se eu inventasse qualquer história horrível da qual me superei com certeza seria muito mais famoso e meu sucesso seria maior. Sim seria maior, mas não por causa de meu esforço e sim por causa das contações de história deste estilo de mídia. Então tal sucesso não teria acontecido por meu esforço e sim pelo estimulo deles aos que os ouviriam.
O que estimula minha autoestima e autoconfiança não são histórias de tragédias que de repente viraram histórias de sucesso. Mas sim ouvir pessoas de constante sucesso, mas que permanecem sendo mansas, sóbrias e humildes.
A maioria das pessoas procura numa história de sucesso um passado terrível, como se para que o sucesso aconteça todos tenham que vivenciar algum horror.
Isso é um clichê estereótipo dramatúrgico que decorre desde milênios, e tem o objetivo de induzir as pessoas a algum tipo de sacrifício para alcançar o sucesso.
Me felicito mais com histórias sem sofrimento.
Sacrifício não. Atitude, esforço, coragem, honestidade etc; sim, mas isso não requer sofrimento ou sacrifício.

Nenhuma história tem que ser desgraçada no início para que seja maravilhosa no final. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário